quarta-feira, maio 02, 2012

Das críticas à promoção do Pingo Doce

Dormir em frente a uma Apple Store, estar em filas intermináveis para ter em primeira mão o novo iPad/iPhone a preços exorbitantes, é chique; passar horas, ou até noites(!), na fila de uma bilheteira para ter os bilhetes para o concerto de uma qualquer banda da moda, é entusiasmante.
Agora estar uma valentes horas no supermercado para ter, provavelmente, produtos de primeira necessidade a metade do preço já é muito reles?!
  

11 comentários:

Miss M disse...

Bom ponto de vista! adorei!

F. disse...

Completamente verdade! Eu fui ao pingo doce ontem e voltava a ir hoje lol mas nunca ia para uma apple store por um produto que toda a gente acaba por ter..

xoxo F.

A Amora Preta disse...

Mas é que não dizia melhor. Até já te citei :P

Francisca disse...

O único problema foi o comportamento das pessoas após lá estarem, sobre a promoção não tenho nada a dizer...

Ana Carneiro disse...

Estou como a F. Quem não quer poupar, ou ganhar, 200 € em 5 horas como eu que diga.. A mim soube-me muito bem! E saber que nos próximos 2 ou 3 meses não vou gastar dinheiro em detergentes, farinha, massas nem enlatados? Ainda melhor!

http://myveryownoneyearproject.blogspot.pt/

Farruskinha disse...

Tens razão

Tânia Argent disse...

Na minha opinião, passar as horas na filas não foi reles. Reles foi a atitude de certas pessoas que não se souberam comportar, e se mediante uma promoção destas foi o que foi, quando um dia houver uma catástrofe qualquer faço ideia... até se matam...

_Jo_ disse...

Assino por baixo ;)

Um mimo para ti no meu blog ;)

Anónimo disse...

Se na terça venderam os produtos a metade do preço e certamente tiveram lucro, porque pagamos o dobro nos outros dias? estaremos a ser roubados? crise? onde esta a crise? pelos vistos, devo ser o único que não tinha 100 euros na conta para ir gastar no pingo doce.. se calhar porque tou verdadeiramente em crise.. Mas se calhar se tivesse tambem não ia... 1 de maio é dia de descanso ou de luta pelos nossos direitos! Boa estrategia para matar o dia 1 de Maio... Metade dos preços... Metade dos direitos.. Não há consumidor no dia do trabalhador!

Kat disse...

Caro Anónimo,

Não DEVIA haver consumidor no dia de trabalho! Isso será mais correcto de dizer, mas há, sempre houve e sempre haverá! Os centro comerciais estão abertos, as lojas estão abertas, os cafés e esplanadas estão abertos, os polícias andam na rua, os jornalistas e fotografos continuam o seu trabalho... todos eles são trabalhadores e todos eles trabalham nesse dia a eles dedicado. Não vamos cingir esta situação ao facto do Pingo Doce estar aberto nesse dia, porque não são os únicos e ninguém disse que os trabalhadores lá estavam forçados. Se calhar até lhes foi pago o triplo do ordenado...

Ana disse...

Bem pensado. Andam é a exagerar toda esta situação...